LOGO - COMUNIDADE ONE.png
podcast log fora da caixa13.png

Redes Sociais fazem mal ao Relacionamento?

As redes sociais podem trazer problemas para o relacionamento, muitas são as histórias de casais que tiveram problemas devido às redes sociais.

Redes Sociais fazem mal ao Relacionamento?
00:00 / 41:48
Logo Comunidade ONE - 2_edited_edited.png

Leia o EPISÓDIO

Transcrição do Episódio

(As transcrições dos episódios são publicadas diretamente do roteiro, sem revisão, podendo haver ainda erros ortográficos/gramaticais e, assim, pedimos que marquem os erros e deixem uma nota para que possamos corrigí-los)

Redes Sociais fazem mal ao Relacionamento?

Sejam bem-vindos ao Podcast Relacionamento Fora da Caixa.

Sou Everton Especialista da Saúde e Bem-estar do Casal e este é um podcast para casais que pensam fora da caixa.

No episódio de hoje vou falar sobre, as Redes Sociais fazem mal ao Relacionamento? Este tema promete.

Que tal ficar mais perto do RFC? Acesse nosso site relacionamentoforadacaixa.site e participe do nosso Grupo Fora da Caixa no WhatsApp. Você vai poder discutir sobre um episódio, tirar dúvidas e muito mais. E pode fazer como o Cláudio JR de Brasília, sugerir o tema de hoje.

E agora o RFC tem o seu Instagram siga nosso Instagram relacionamentoforadacaixa.

Então sem mais delongas, as redes sociais fazem bem ou fazem mal ao relacionamento?

Eu acredito que tudo o que é feito fora de controle faz mal, mas no caso das redes sociais eu, Everton como especialista, acredito que fazem mais mal do que bem.

As redes sociais podem trazer problemas para o relacionamento, muitas são as histórias de casais que tiveram problemas devido às redes sociais. Eu mesmo já tive problema em um relacionamento onde eu tinha que disputar atenção com o Instagram, já até falei sobre isso em outros episódios.

Não há dúvida de que as redes sociais são uma ótima maneira de manter contato com amigos e familiares. Pode se inspirar em decoração, cozinhar e ajudar a explorar novos interesses e aprender novas habilidades.

Mas seu uso tem sido tão constante e frenético que essa questão vem levantando dúvidas de muitos estudiosos do quanto ela é realmente benéfica.

Em um relacionamento não seria diferente, as redes sociais viraram “provas criminais” para um casal terminar, e é comum encontrarmos casais mexendo no aparelho celular olhando o perfil do companheiro que está ao lado, simplesmente investigando.

Foi feito um estudo da Universidade de Missouri, um estudo aprofundado sobre as redes sociais, o comportamento dos casais e sua influência. E sabe a qual conclusão que este estudo chegou?

As redes sociais destroem relacionamentos! Isso mesmo elas destroem o relacionamento.

E olha, eu concordo com isso.

O teste feito no Twitter, revelou que casais que usavam essa rede social estavam muito mais propensos a terem desentendimentos e que brigas que surgiram a partir de algum comentário nesta rede estão diretamente ligadas a separações e divórcios. Conclui-se então, que a rede social não afeta somente casais jovens, mas também pessoas maduras e envolvidas em um matrimônio.

A pesquisa foi realizada com 581 casais usuários da rede social e as questões eram mais superficiais e à medida que o estudante colhia as respostas ele se aprofundava na vida afetiva dos entrevistados e nos seus costumes do uso do Twitter. Assim, o estudo notou que quanto mais tempo o casal permanecia online, mais brigas e desentendimentos ocorriam entre eles.

E claro podemos ver os Sintomas da influência das redes sociais no relacionamento.

Um exemplo é a Demonstração de afeto online, muitas brigas começam porque o casal espera que o outro faça declarações de forma que todos da rede saibam que eles estão juntos e bem. É comum ver casais discutindo porque um estava online e não falou nada com o parceiro por exemplo, eles buscam um motivo da interação não ter ocorrido, como se um vivesse em função do outro.

Atendi nesta semana a esposa que reclamava do marido não compartilhar as fotos, que não mostrava a felicidade do casal, ou seja, estava brigando por não mostrar aos outros que estavam bem? Surreal.

Imagine que você está abraçando seu parceiro/parceira e as coisas começam a ficarem mais românticas. Vocês estão curtindo um momento íntimo e, de repente, seu parceiro/parceira pega o celular e começa a responder a uma mensagem.

Isso não é muito romântico, é? Na verdade, vai totalmente “cortar o clima” romântico.

Por isso, quando estiver em um jantar ou curtindo um momento íntimo com seu par, concentre-se nisso. Crie intimidade e fortaleça os laços com seu parceiro/parceira.

E vou dizer a vocês quantos casais eu vi na internet com fotos perfeitas e o relacionamento estava uma droga pra não falar outra coisa.

Outra coisa, a verdadeira conexão é perdida, o diálogo vira coisa rara entre o casal, as conclusões são tiradas daquilo que é visto na rede social e nada é explicado ou discutido se não for direto na briga.

Os momentos que poderiam passar juntos são desperdiçados com a cabeça baixa olhando para uma tela, não no olhar do outro. Não há confidência nem conexão entre ambos. E quanto mais íntimo o casal, mais eles têm a liberdade de deixar o outro de lado para olharem o celular.

Como eu já disse, parece mórbido mas é verdade, você esta morrendo, cada dia que passa você esta mais perto do fim, e ao invés de passar o tempo com a pessoa que você ama, que você escolheu para dividir o seu tempo, você prefere o celular, as redes sociais.

E pra piorar em muitos casos vem o Sentimento constante de ser enganado. Você não pode ver o parceiro online no chat e não está falando com você, isso significa que ele está conversando com outra pessoa, possivelmente te traindo.

Ou se ele diz que irá em um determinado lugar e de repente aparece a foto dele com um conhecido em outro ponto. O que ele está fazendo com o amigo? Por que estão ali? Essa mania constante de que é vítima de uma traição torna-se comum em um relacionamento sem base, fraco.

Aí todos viraram detetives, é, isso mesmo, de repente todo mundo vira detetive e passa a pesquisar a vida do parceiro, quer saber o que ele faz quando não está ao lado, onde vai, quais perfis ele visualizou e ninguém tem mais assuntos pessoais e restritos. Não existe o particular, o individual.

Claro que em alguns casos as redes sociais podem dar aos usuários oportunidades de serem infiéis ao seu parceiro ou parceira.

A infidelidade nas redes sociais pode acontecer de diversas maneiras. Pode ser uma simples paquera, trocas de fotos e até mesmo chegar ao âmbito físico.

Mas listei alguns dos comportamentos de infidelidade mais comuns:

 Tendo sexo virtual;
 Relações emocionais com o sexo oposto;
 Conversas picantes;
 Sexting (troca de conteúdos eróticos, por exemplo).

Os casais que cruzam essas linhas de fidelidade são mais propensos a serem infelizes, menos comprometidos com o parceiro e têm maior probabilidade de se separarem.
Mas já vou avisar, sem neura, não vá pensando que seu parceiro ou parceira está traindo.

Um outro ponto é o atrito por interesses diferentes, isso mesmo.

Nem sempre os dois estão preocupados com redes sociais e essa pessoa acaba se sentindo sufocada pelas cobranças relacionadas ao assunto. É muito importante logo no início da relação os dois conversarem sobre o modo de vida de cada um, quais suas crenças, o que importante e o que não é. É preciso decidir se vocês levarão uma vida pública ou não.

E claro, as famosas e venenosas comparações de relacionamento.

As redes sociais acabam incentivando a comparação do seu relacionamento com o de outras pessoas. Por exemplo, uma esposa publica uma foto de flores que o marido comprou para ela, apenas para agradar. E aí você começa a sentir ciúmes, pensando: “Quando foi a última vez que meu marido me trouxe flores apenas para ser legal? Eu odeio que ele não seja romântico”.

Agora temos que lhe revelar algo que pode ser um choque pera você “as aparências enganam”. Você viu o que eles queriam que você visse: uma vida perfeita e um casal muito amoroso.

Mas o que você pode não ter visto foi a discussão explosiva que o casal teve mais cedo naquele dia, fazendo com que o marido comprasse flores como uma maneira de pedir desculpas.

É importante lembrar que o que as pessoas postam nas redes sociais não é a vida real. É um conteúdo altamente selecionado. Ou em resumo, a grama do vizinho é mais verde por que estamos do outro lado da cerca. Quando adentramos ao quintal dele, vemos que ela é exatamente a mesma grama que a nossa.

E agora quero falar do nosso famoso clichê, as redes sociais prejudicam a comunicação de um casal. Olha ela aí de novo, comunicação.


Demonstrou-se que as redes sociais reduzem as interações face a face. Todos sabemos que isso é fato. Afinal, nós já “conversamos” com nossos amigos percorrendo os feeds do Instagram deles, então por que discutir esses mesmos eventos durante o café?

Mas você sabia que aqueles que adoram mídias sociais costumam interagir menos pessoalmente com seus parceiros ou parceiras?

O vício em redes sociais pode minar a capacidade de um casal de se comunicar. Eles podem até preferir mandar mensagens de texto para seus parceiros sobre assuntos importantes do que fazê-lo pessoalmente.

Isso pode ser devastador para um relacionamento. A comunicação e o respeito mútuo são a base dos relacionamentos.

Lembra eu no episódio passado eu falei sobre o ciúme retroativo, ou seja, ciúmes do passado?

Olha ele aqui de novo, as redes sociais podem manter o passado vivo.

Os usuários de redes sociais geralmente adicionam o maior número possível de amigos à sua rede privada. Muitas vezes isso pode incluir um ex ou ex-interesse amoroso.

Isso pode significar problemas para o seu relacionamento atual. Não apenas abre a porta para reavivar um romance passado, mas também pode fazer com que seu parceiro atual se sinta inseguro ou com ciúmes.

Quanto mais amigos o seu cônjuge tiver, especialmente os do gênero preferido, mais paranoico ele poderá torná-lo sobre o seu relacionamento.

Suspeitar do que seu parceiro ou parceira está fazendo on-line pode fazer você se sentir paranoico, desconfiado. E pode mesmo levá-lo a ultrapassar limites pessoais e de privacidade como verificar o telefone deles quando eles saem da sala.

Pra vocês terem uma pesquisa publicada pela Universidade de Sussex usou exames de ressonância magnética no cérebro em multitarefas nas mídias sociais e descobriu que aqueles que fazem multitarefas (como jogar videogame/no telefone enquanto conversam com seu cônjuge) têm menos densidade cerebral no córtex cingulado anterior.

Everton, que trem é esse? Traduzindo em termos leigos, essa área do cérebro é responsável pelo controle emocional e cognitivo. Também nos ajuda a ter empatia com os outros.

As varreduras revelaram que as multitarefas são menos empáticas do que aquelas que se concentram em uma coisa de cada vez. Dado que a empatia é um ingrediente-chave na construção de um relacionamento feliz e saudável, a falta dela afeta significativamente o seu relacionamento.

Caramba Everton, então as redes sociais fazem mal mesmo? Sim, fazem. Mas nem tudo está perdido.

Acredito que se souber usar as redes sociais elas podem não ser tão destrutivas assim para o relacionamento.

Então como ter um relacionamento saudável com o uso de redes sociais?

Não só em para proteger seu relacionamento, mas essas atitudes protegem a você mesmo pois nunca se sabe quem pode visualizar seu perfil com más intenções, então é bom limitar a ação de outras pessoas em sua vida, por isso eu separei algumas dicas:

Passado é passado, não fique procurando vestígios do parceiro de possíveis ex relacionamentos;

Moderar o que é exposto, sua vida é do seu interesse, não vire vitrine para ninguém. Não precisa ficar jogando indiretas nem expondo o seu humor, ou você virará uma novela a ser seguida e comentada;
Evite ficar publicando fotos de vocês dois, principalmente as que parecem mais íntimas. Isso passa a impressão de que você se preocupa mais com o que os outros pensam de vocês do que do próprio relacionamento;

Estar em uma relação não significa que você é dona da pessoa – é muito difícil de aceitar isso, mas todos precisam de um espaço próprio, aquela brecha para respirar, há assuntos que não são necessários serem divididos. Então deixe o parceiro conversar com os amigos em paz, não viva em função da vida dele, investigando cada passo e querendo saber de tudo. Se não há confiança em uma relação, saiba que não dará certo, em algum momento o laço irá se desfazer;

Limites, todos precisam. Vocês podem combinar de quando usar as redes sociais, separe momentos só para vocês dois, para viverem e se conhecerem melhor sem precisar de tecnologia para isso.

É muito mais fácil perguntar diretamente para pessoa algo do que revirar o perfil dela para descobrir o que te interessa. Essa atitude deixará vocês mais próximos, mais confiantes e fortalecerá o sentimento.

E aí, gostou do podcast de hoje? Se este podcast faz sentido pra alguém que você conheça clique agora em compartilhar e envie este podcast. E pode ter certeza, as vezes é isso que faltava para ter aquela mudança.

Se você gostou, assine nosso podcast na plataforma que você esta ouvindo, deixe seu comentário, classifique com sua estrela, agora no spotfy você pode classificar com as estrelas, então se você gostou de suas estrelas e, no Lembre-se que desta forma consigo saber se o conteúdo que estou fazendo está sendo relevante pra vocês e se de alguma forma ajudo vocês.

E pra você ficar mais perto do RFC, acesse nosso site relacionamentoforadacaixa.site e participe do nosso Grupo Fora da Caixa no WhatsApp. Você vai poder discutir sobre um episódio, tirar dúvidas e muito mais.

E agora o RFC tem o seu Instagram siga nosso Instagram relacionamentoforadacaixa

Se você gosta de falar sobre relacionamento, você pode ser um ou uma especialista da saúde e bem-estar do casal como eu, acesse comunidadeone.site e participe do programa bolsa solidária, onde você pode ter até 100% de bolsa no curso de especialista da saúde e bem-estar do casal, acesso o comunidadeone.site e veja como funciona.